Logo Blog Pixwell

Web Design e outras coisas interessantes




10 erros comuns em tipografia

Abaixo está uma lista de 10 erros tipograficos comuns cometidos no design/layout que pode ter um grande impacto na eficácia e a aparência de seus projetos, além de poupar-lhe tempo e dinheiro quando se lida com impressoras.

1. Leading não é o bastante (entrelinhas)

Leading/linespacing pode melhorar a legibilidade de grandes blocos de texto em uma página, tornando mais fácil para os leitores seguirem as linhas do texto, sem perder o seu lugar. Quando o espaço é pouco, esse pode causar uma sensação de “aperto”. É importante lembrar que diferentes fontes necessitam diferente linespacing. Diferentes alturas em letterforms pode exigir mais ou menos linespacing.

2. Tracking não é o bastante  (Espaço entre as letras)

Tracking/letterspacing é aplicado a um grupo de letras. Ela impede que as letras remontem-se, especialmente durante a impressão. É semelhante ao controle em que se pode melhorar ou prejudicar a legibilidade, o fluxo do texto e da densidade/peso de um bloco de texto.

3. Confundindo Tracking com Kerning

Enquanto o tracking é aplicado a um grupo de caracteres, o Kerning é o ajuste do espaço entre dois pares de caracteres. Eficaz para o uso com manchetes, texto com ALL CAPS e logotipo (que contribui com a legibilidade em vários tamanhos). Não caiam na armadilha de deixar o seu software para desenvolvimento do layout definir isto por default, esse é um caracter específico. O mesmo se aplica ao exemplo exposto acima , no nº 1 e 2.

4. Longas linhas de texto

A leitura de longas linhas de texto causa cansaço, fadiga nos olhos. Leitores são forçados a mover a cabeça e os olhos de uma linha para a próxima com mais frequência. Várias fontes que pesquisei aconselham a manter linhas de texto com menos de 50 – 60 caracteres.

Veja Também:   20 Impressionantes 3D Graffiti Artworks

5. Misturando muitos tipos de letras e pesos (weight)

Muitos tipos de letras em uma página pode tornar-se uma distração e fazer com que o texto perca a unidade. Tente manter suas escolhas de fontes em três ou menos, por projeto. Excesso de peso no texto pode confundir o leitor ao definir quais são os elementos importantes de uma página, criando a possibilidade dele não assimila-las.

6. Não use serifas para textos longos

Serifas são conhecidos por tornar a leitura de longos materiais mais sustentável por maior períodos de tempo, tais como livros e revistas. Também contribui com a fadiga dos olhos, e todos sabemos que precisamos dos nossos olhos! Embora isso possa ser alegado, serifas parecem assentar-se melhor sobre a linha de base.

7. Imprimindo valores similares de cor

Por exemplo, tente imprimir um texto azul médio em cima de uma caixa marrom médio. Não só é desagradável como torna-se duro com os olhos. Também cria um efeito “sujo”.

8. Textos em tonalidades menores que 50%

Tal como o anterior, esse também aumenta a tensão dos olhos e dificulta a legibilidade. As palavras se perdem no fundo e imprimem normalmente menos visíveis do que o que se vê na tela. Isto irá lhe poupar tempo, dinheiro e Asperinas para dores de cabeça com impressão.

9. Uso excessivo de textos centralizados

O uso de texto centralizado cria uma aparência irregular e quebrado ao texto – Sem unidade! Pode ser encarado como amadorismo na maioria dos casos. Guarde-o para aqueles convites do casamento.

10. Tamanho do texto

Normalmente, os designers e não designers (e sim, eu fiz isso também!) Irá utilizar imediatamente um corpo de letra com 12 pontos. Fontes com tamanhos menores (até ligeiramente menor) cria uma aparência mais profissional, um visual moderno. Podendo ser deselegante – pensar sobre o tamanho das letras de um livro infantil. Deselegante certo? … A menos que seja o que você realmente quer.

Veja Também:   Cufon Tutorial: Cufon não funciona no IE7, como resolver?

É também importante notar que a visualização do texto em um monitor de computador é muito diferente da impressão dela. Além disso, é aconselhável não usar fontes menores que 7 pontos, isso pode resultar em problemas de legibilidade.

11. Não sei o que é um “sistema de grades”

Sendo um entusiasta de tipografia, a compreensão de grids tornou-se uma das melhores coisas que eu aprendi em design até o momento. É a base para criar layouts com clareza e coesão. Confira o novo site, The Grid System, por links e recursos relativos ao sistema de grids.

Fonte: thedesigncubicle.com

Siga-me: @pixwell